Nutrição

Coelho, uma boa opção no prato?

By Abril 23, 2019 No Comments

A carne de coelho é considerada uma carne branca devido ao seu baixo teor de gordura, apenas 4g em 100g de produto, destacando-se nesta categoria a presença do ácido gordo linoleico (ómega 6).

Deste modo, para aqueles que procurem alcançar uma ingestão proteica adequada às suas necessidades individuais, que poderá ajudar no controlo de apetite e que é fundamental seja num processo de ganho de massa muscular, seja num processo de perda de massa gorda com preservação da massa muscular, a carne de coelho será uma boa escolha para inserir na alimentação, possuindo baixo valor calórico.

Deste modo, destaca-se da carne de vaca e de porco pela quantidade de gordura inferior com quantidade de proteína equiparáveis, cerca de 20g em 100g de carne, como poderá ver na tabela seguinte:

Do aporte vitamínico estão presentes em quantidades satisfatórias as vitaminas do complexo B, principalmente a niacina (B3), B6 e B12. No que toca aos minerais, destacam-se o potássio, o magnésio e o fósforo.

Embora seja uma boa escolha de fonte proteína deve-se ter em atenção o método de confeção, pois valores como o valor energético serão alterados consoante o método escolhido. Para ao juste adequado às suas necessidades individuais, deverá procurar uma consulta de Nutrição.

Dados recolhidos da plataforma PortFir – INSA.

Artigo escrito pelas nutricionistas: Catarina Augusto e Adriana Baptista

Ao continuar a usar o site, concorda com o uso de cookies. Pode alterar as definições de cookies a qualquer altura. mais informação

The cookie settings on this website are set to "allow cookies" to give you the best browsing experience possible. If you continue to use this website without changing your cookie settings or you click "Accept" below then you are consenting to this.

Close